Quem mudou o Evangelho de Cristo?

 Introdução
Se tem uma coisa que é confusão certa é o telefone sem fio, não estou falando do aparelho telefônico que você pode carregar pela casa, falo de uma mensagem que é passada e repassada muitas vezes sem um registro alfabético. Na era da informação ainda encontramos muitos erros de comunicação. Outro dia ouvi um pastor dizendo de seu púlpito:
 Sinceramente, eu discordo dessa frase!
 Comunicar é uma via de mão dupla, no mínimo. Eu falo e alguém me escuta, a outra pessoa fala e agora é a minha vez de escutar. E fazer ser entendido é o meu dever, minha responsabilidade. Há muitos anos, conheci um senhor, servo de Cristo e ele conversava com todas as pessoas de um jeito muito peculiar, de tempos em tempos ele dizia para o interlocutor, “está entendendo?” e a geralmente respondia sim, então ele falava “se não está entendendo é só falar que eu explico de novo!”. Com seu jeitão de matuto, um homem negro, descendente de escravos, que cortou cana de açúcar a vida toda, tinha essa preocupação, ainda hoje eu utilizo, de vez em quando, esse jargão do seu Valdomir.
 Com alguma frequência vemos líderes de grandes corporações cometerem esse erro, que é básico da comunicação. Empresas e governos tendo que se retratar por algo que não ficou bem claro para os ouvintes, eleitores ou acionistas. Recentemente o mundo ficou horrorizado com a empresa de transporte aéreo United ao assistirem a maneira brutal com que os seguranças retiraram um passageiro do voo. Os seguranças fizeram suas próprias interpretações dos procedimentos e entenderam as ordens de maneira errônea. Sabe como é, o chefe da segurança diz: “Galera, cuidado que nesses aviões podem ter terroristas e assassinos, não deem mole pra ninguém, se precisar desce a porrada!”. Sem no entanto dizer para esses brutamontes que entre assassinos e terroristas estão os cliente, esse é um grave erro que acontece muito em casas de shows, acontece uma briga e os seguranças que deveriam acalmar o negócio para preservar o empreendimento, são os que mais batem nos brigões, que no final de tudo, são essas mesmas pessoas que pagam as contas do negócio e consequentemente os salários dos espancadores. No caso da United foi um pouquinho pior, pois no mesmo dia o presidente da empresa enviou um e-mail parabenizando a equipe pelo excelente trabalho realizado, dizendo que o importante é cumprir a meta, não importa se tiverem que expulsar alguns passageiros ou arrancar-lhes os dentes e quebrar o nariz. Posso até ver a equipe comemorando e dizendo uns para os outros: “Agora seremos promovidos!”.
 Resultado as ações da United caíram mais de 3.5% algo em torno de U$ 830 milhões de dólares, por uma simples comunicação mal feita. Se tivesse que demitir alguém deveria iniciar pelo presidente, pois o líder é a pessoa que dá o carisma do negócio, mesmo que após identificar a repercussão negativa ele tivesse enviado outro comunicado, o primeiro e-mail prova sua insensibilidade com os seres humanos e clientes que pagam seus salários e bônus anuais.
 Esse caso é um de milhares, nesse caso a empresa sentiu na pele os custos de uma comunicação mal feita, mas isso acontece todos os dias. Agora imagine uma mensagem que não foi escrita, uma mensagem transmitida verbalmente e repetida por décadas sem que ninguém tomasse nota, com que grau de fidelidade essa mensagem chegaria à próxima geração?
 Então, agora, imagine a mensagem de Jesus Cristo para o mundo. Uma mensagem de salvação que igrejas mudaram para mensagem de condenação. Uma mensagem de amor ao próximo, que líderes transformaram em amor pelo capital. Uma mensagem de renúncia ao que é material, que os homens e mulheres transformaram em mensagem de conquista, de pódio. Mensagem de esperança, que transformaram em mensagem de “o mundo vai acabar!”. Uma mensagem de liberdade, que grupos transformaram em mensagem de libertinagem. Uma mensagem de santidade, que nossa geração transformou em mensagem de promiscuidade.
 Quero trazer à tona a mensagem que Cristo anunciou, da maneira que Ele anunciou, sem condenar ninguém, mas também não vou tentar tapar o sol com uma peneira.
 O que Jesus falou sobre a reencarnação? Sobre o julgamento? Sobre o amor ao próximo? Sobre riquezas? Sobre santidade? Sobre os pobres? Sobre os líderes? Sobre a predestinação? Sobre o pecado? Devemos seguir a Lei de Moisés?
 Não quero fugir de nenhum assunto, mas também não desejo ser parcial ou superficial. Esteja pronto para ser confrontado e com espírito humilde para mudar seus conceitos, muitos deles enraizados e vai doer para arrancar isso de você.

 Boa leitura!

 *Introdução do livro: "Quem mudou o Evangelho de Cristo?" de Klai Ferreira (Obs: Procurando uma editora ou agente para publica-lo)

Twitter: @Klaifer

https://br.linkedin.com/in/klai-ferreira-lider

                               

Postagens mais visitadas deste blog

Edificando uma família

O vento

A liderança de Jesus - Seguidores e Fans Gospel