Edificando uma família - O casamento

 Há uma crescente disputa entre determinados setores da sociedade civil e o Estado para ampliar o conceito do que é o casamento. Nesse cabo de guerra pelo apoio do Estado e seus direitos, encontramos em uma extremidade os militantes do homossexualismo, enquanto que puxando na outra extremidade da corda estão os conservadores. Como os brasileiros gostam de acrônimos em tudo, esse grupo não ficaria imune, então eles se autodenominam LGBTS (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros e simpatizantes). Essa discussão entre determinados setores da sociedade e o Estado é relativamente nova, já que a possibilidade de um casamento entre pessoas do mesmo sexo nunca havia sido sequer levantada na sociedade antiga. Apesar de existir o homossexualismo, este não era considerado pelos praticantes como um relacionamento único ou um casamento, mas apenas como didática sexual ou prazer erótico. Relegada como uma doença, somente em meados do século XX é que essa prática começou a ser gradualmente desconsiderada como doença mental.

 # Leia também: O que é a Liberdade?

 A Bíblia tem seu próprio padrão de casamento e ele não mudou ao longo dos séculos, pois foi definido não por padrões humanos, mas celestiais, então mesmo que os homens mudem as regras na legislação, no estatuto de suas igrejas, em suas bíblias, não conseguirão mudar a Palavra de Deus.
 É com os padrões bíblicos que vamos trabalhar, sem o desejo de afrontar quaisquer que sejam as preferências ou desejos sexuais de quaisquer pessoa na face da terra, você pode fazer o que quiser com a sua vida, com seu intelecto e com seu corpo. Acreditamos na liberdade de expressão e na democracia, então queremos apresentar o padrão de Deus para o casamento.
 Iniciaremos com um versículo de Gênesis 2:24 - "Portanto, deixará o homem o seu pai e a sua mãe e se juntará à sua mulher, e serão ambos uma só carne". Podemos verificar que o casamento é uma instituição divina, a única criada por Deus nessa terra. Outra coisa que fica clara é que a união entre marido e esposa é indissolúvel, ou seja, o casal pode até se separar, mas será contra os propósitos divinos. Outa coisa que fica evidente na fala de Deus é que o casamento bíblico é monogâmico, o homem não pode ter várias esposas e nem a esposa vários maridos e essa instituição divina deve ser heterossexual, ou Deus poderia ter dito: 'Deixará a pessoa seus pais e se juntará à outra pessoa e serão um casal'. O homem e a mulher são definidos não pelas suas experiências sexuais, mas pela biologia criada por Deus no início, macho (XY) e fêmea (XX) os criou. Alguém pode dizer: "Mas uma criança de 3 anos já demonstra gestos afeminados!" Investigue e verá que na programação diária dessa criança ela está sendo influenciada; Seja pelos desenhos, companhias, amigos, cuidadores, brinquedos e etc. Pesquisas indicam que é pelo ambiente, pois se na minoria de irmãos gêmeos ambos são gays, ou seja, menos de 30% dos gêmeos univitelinos ambos são gays,  conclui a ciência que não está no gene, mas no ambiente. Tenha certeza que todos nós nascemos definidos pela biologia e pela física e contra fatos não há argumentos. O que dizem sobre ideologia de gênero é balela, aceitar isso é um erro grave.
 A família nunca enfrentou oposição tão ferrenha quanto a dos dias atuais, mas o que me alegra é saber que Cristo e os profetas já nos alertavam desses fatos, e fico feliz de vê-los se cumprindo, pois isso prova a verdade das Sagradas Escrituras.
 Etimologicamente a palavra casamento é derivada de CASA, enquanto que matrimônio e derivado de MATER, também raiz de MÃE.
 Cuide de seu casamento, mas não se esqueça de seus filhos, boa parte das escolhas deles, partirão dos seus exemplos ou de quem você os delegou, babá, televisão, jogos, tio, tia, escola, disney, mattel, DC, não importa se você concorda ou não com as ideologias desses, pois seus filhos pequenos ainda não são capacitados para filtrar o que presta do que é lixo.
 Os filhos são herança do Senhor (Sl 127:3) então já que a herança só é definitivamente nossa quando há um defunto, nossos filhos são nossos apenas para uso e fruto, não definitivos. Então cuide e zele como se fossem seus, mas sabendo que são criados para desbravar o mundo.

 # Indicado para você: Controle suas expectativas e seja mais feliz!


 O casamento heterossexual, pelo menos no Brasil, está com os dias contados. Com o argumento de que o Estado é laico (sem religião) e concordo que deve ser assim, esses grupos que não representam nem 3% da sociedade querem oficializar seus relacionamentos, que como dizia o Deputado Federal Clodovil "É ridículo o casamento de homem com homem, por amor e com véu e grinalda. Eu não apoio."
 Vou lhe fazer um desafio: Pergunte à um homossexual quando foi a sua primeira experiência sexual. A resposta sincera mostra que foi bem cedo, ainda na infância, quando não sabiam decidir. Essa pergunta confirmará as pesquisas científicas de que o ato é apenas uma prática aprendida, difícil de abandonar como um vício, pois desenvolve "marcadores epigenéticos" quimicamente e não será fácil acabar com eles e produzir novos marcadores, vai levar tempo e esforço.
 Pesquisas confirmam que de cada 20 homossexuais 1 é pedófilo, enquanto nos heterossexuais é de 1 para cada 450.
 Devemos amar os homossexuais, como Cristo amou, porém reprovamos a prática do sexo fora do casamento e com pessoas do mesmo sexo, não por preconceito, mas por estatísticas, veja isso:
 A idade média de morte de homossexuais é de 42 anos, apenas 9% chegam aos 65 anos. Geralmente morrem antes dos 39 anos se a causa da morte é AIDS. A idade média de morte de um homem heterossexual é de 75 anos. Estamos falando de uma redução na duração da vida de 44% (33/75 = 44%) para os homens.
 Você deseja isso para o seu filho? Filho você quer que sua mamãe sofra e chore a sua morte?
 Para as meninas as notícias também não são as melhores, a idade média de morte das lésbicas é de 45 anos, apenas 24% chegam aos 65 anos. A idade média de morte de uma mulher casada heterossexuais é de 79 anos.
 Mamãe, papai, você quer isso para sua princesa?
  Segundo pesquisas 73% dos psiquiatras dizem que os homossexuais são menos felizes do que a média das pessoas, e dos psiquiatras, 70% dizem que a infelicidade não é devido a estigmatização social.
 Pesquisas evidenciam que os homossexuais são responsáveis por 75% de todos os casos de gonorreia e 60% de todos os casos de sífilis nos Estados Unidos, sendo que eles representam apenas 1 ou 2% da população. 78% dos homossexuais são afetados por doenças sexualmente transmissíveis.
 Capitão William Riddle da Polícia de Los Angeles diz: "Temos o registro de 30.000 crianças vítimas de abusos sexuais em Los Angeles por homossexuais ". 50% dos suicídios pode ser atribuído aos homossexuais.  41% dos homossexuais dizem ter feito sexo com estranhos em banheiros públicos. 60% dizem ter tido relações sexuais com estranhos em saunas e 64% desses encontros envolveram o uso de drogas ilegais.

#Não deixe de ler: Exemplos a seguir.

 Com tantas informações e pesquisas o Dr. Daniel Capron, um psiquiatra, diz: "A homossexualidade por definição não é saudável e salutar. A pessoa homossexual, na melhor das hipóteses, vai ser mais infelizes e mais insatisfeito do que o heterosexual."

 Deus amou as pessoas de uma forma tão grande, que deu Seu Filho Unigênito, o Melhor que Ele tinha lá no céu para nos salvar, não despreze tão imenso favor, aceite a Jesus cristo e peça à Ele para te ajudar a entender o que Ele quer de você e siga-o. Jo 3:16

Twitter: @Klaifer



https://br.linkedin.com/in/klai-ferreira-lider

https://www.facebook.com/liderefoco/

Fontes:
 Bíblia de Estudo Pentecostal (ARC) 1995 em português;
 A família cristã no século XXI - Lições Bíblicas Jovens e Adultos (Trimestre 2 de 2013); Lição 2

Postagens mais visitadas deste blog

Edificando uma família

O vento

A liderança de Jesus - Seguidores e Fans Gospel